ADESTRANDO GATOS
Você sabia que gatos também podem ser adestrados? Não é muito comum aqui no Brasil, mas em outros países existem ate shows de circo com os bichanos.

A técnica mais usada é a do reforço positivo, ou seja, vamos incentivando o gato a fazer aquilo que queremos e dando o comando com "senta", aqui",.... Quando alcançamos o objetivo oferecemos imediatamente uma recompensa que pode ser um petisco para gatos, por exemplo. Repetindo o exercício por algumas vezes ele vai se aperfeiçoando ate que responde prontamente ao comando.


ARRANHADORES: MUITO IMPORTANTES...

Gatos adoram arranhar, principalmente no sofá da sala! Isso muitas vezes torna-se um problema serio. Para educá-lo basta colocar desde cedo um arranhador apropriado. Eles são vendidos em pet-shops e tem diversas apresentações, os de carpete com sisal são muito bem aceitos pelos gatos. Deve-se observar para que sejam firmes o suficiente para não cair quando o gato ficar em pe para arranhar. O ideal é que venham com cat-nip (também pode ser comprado a parte), que é a erva do gato, uma planta que atrai a atenção dele para o arranhador. Leve o gato ate o local correto e o incentive a arranhar dando em seguida uma recompensa. Sempre que ele repetir faca o mesmo durante um tempo. Caso o gato já tenha adquirido o hábito de arranhar em local errado como o sofá, cubra-o com um tipo diferente de pano como o tule ou cole fitas adesivas dupla face para que ele estranhe o local ao toque e não se sinta mais atraído por ele. Mostre-o que ali você não gosta e leve-o ao arranhador na mesma hora, dê-lhe uma recompensa quando ele arranha no local correto para que ele entenda que pode arranhar, desde que escolha o local correto.


MUDANDO DE CASA COM GATOS
Mudar de casa com gatos que passeiam na rua sempre dá um certo medo. Para que ele se sinta seguro e necessário transferir junto com ele o maior número de referências para o novo lar.  Separe coisas com almofadas preferidas, panela em que ele está acostumado a comer e principalmente a caixa sanitária que ele esta acostumado a usar. É muito importante que essas coisas sejam levadas para a nova casa sem serem lavadas, (se possível transferir inclusive a areia que esta sendo usada, sem trocá-la) para que mantenham os odores e as texturas as quais ele está acostumado, isso será uma referência importante para uma boa adaptação do gato.  Sempre que mudamos queremos levar tudo limpinho e cheiroso ou até comprar acessórios novos para satisfazer nossos amigos de estimação, mas na verdade isso atrapalha e ele não sabe mais onde é o seu lugar. Quando perceber que ele já se adaptou, faça as mudanças que quiser, mas sempre devagar, fazendo com que ele se sinta sempre seguro e saiba que está em casa, mesmo tendo mudado de endereço.


PREVENÇÃO - A CHAVE DO SUCESSO
Cães e Gatos costumam apresentar verminoses com uma certa freqüência. O ideal é que se faça exame de fezes dos animais a cada 6 meses para que, em caso de detecção de algum verme, o tratamento possa ser iniciado antes dos sintomas aparecerem.


SUJEIRA NO LUGAR CERTO
Para ensinar o filhote a fazer suas necessidades no lugar certo, o ideal é começarmos logo no primeiro dia. Inicie escolhendo o melhor local e forre com jornal uma área maior, para ajudar o filhote nos primeiros dias. Importante: nunca coloque a cama e a comida próximo do local escolhido como 'banheiro'. Dê a ração em horários pré-determinados, seguindo sempre uma mesma rotina e mantenha o filhote neste local restrito até que defeque e urine. Se ele fizer suas necessidades no jornal, faça bastante festa e, se estiver acostumado, gratifique o filhote com petiscos caninos. Só então deixe-o passear livremente pela casa. Repita todo o processo a cada refeição.


Conforme o filhote for aprendendo, você pode ir diminuindo a área forrada com o jornal até chegar ao tamanho que você deseja. Provavelmente o seu filhote vai acompanhar a redução da área, procurando acertar o jornal. Não se esqueça nunca que ele é apenas um filhote e o aprendizado leva tempo. Não desista até que ele aprenda!


DIVERSÃO MESMO SOZINHO...
Para cães que não foram acostumados a ficar sozinhos em casa, existem brinquedos apropriados para diminuir o tédio e a ansiedade. Esses brinquedos são produzidos em material resistente e normalmente possuem locais próprios para a colocação de biscoitos, petiscos caninos e mesmo ração. O objetivo deles é entreter os cães que passam horas tranqüilas enquanto procuram 'resgatar' o alimento de dentro do brinquedo.


ATENÇÃO AOS MEDICAMENTOS
É claro que NUNCA é indicado que o proprietário medique seu animalzinho sem antes consultar um veterinário... Mas... existem casos em que nos desesperamos e por isso é sempre bom salientarmos que, mesmo medicamentos pediátricos e até aqueles considerados 'inofensivos' podem trazer sérios problemas aos animais...

Tenha especial atenção com:

  • Cães e gatos só devem usar ASPIRINA com controle e dosagens especificadas pelo veterinário porque pode causar sérias reações alérgica que podem inclusive levar à morte


COCEIRAS...
Coceiras pelo corpo nem sempre significam problemas com pulgas. Alergias, infecções bacterianas, micoses e outros parasitas também podem se manifestar assim. Procure sempre a orientação veterinária para tratar estes sintomas adequadamente.


ACASALAMENTO
Se você pretende cruzar sua cadela, comece verificando se as vacinas e exames de fezes estão em dia. Dependendo da raça, devemos fazer alguns exames mais específicos. Pastor Alemão, Rottweiler, Labrador, entre outras, devem providenciar um raio-x para verificar a presença ou não da displasia. Escolha um macho com antecedência e de preferência com a ajuda de um criador ou do seu veterinário, para que juntos possam ver as qualidades (e os defeitos) de ambos, com o objetivo de encontrar o parceiro mais indicado para sua fêmea e o mais próximo possível do padrão correto da raça.

Observe bem o início do cio. Conte até o 10° dia após ter começado o sangramento e só então deixe-a junto com o macho. O ideal é que aconteçam pelo menos 2 acasalamentos. E enquanto você espera pelo parto, que pode acontecer após 58/63 dias, não deixe de visitar seu veterinário para o acompanhamento do pré-natal.

 

 

 




© 2013 Pró-cão Telefones: (11) 3064-1091 // 3086-2642 // Celular:  (11) 99863-1958 // 98151-4942
- Rua Artur de Azevedo, Nº 1122 Pinheiros
Desenvolvimento de sites
Fenixweb.